Como se constrói uma Igreja

Edificando uma Igreja“… ao seu lado Uziel, filho de Haraías, um dos ourives; ao lado dele Hananias, um dos perfumistas; e fortificaram Jerusalém até o muro largo”. Ne. 3:8. Este versículo está contido no meio da história da reconstrução de Jerusalém comandada por Neemias. Para reconstruir uma cidade do porte de Jerusalém, era necessária muita mão de obra, e mão de obra especializada; construtores, carpinteiros, engenheiros, serventes e outras pessoas ligadas ao ramo da construção. Esse seria o time ideal para qualquer obra desta grandeza, porém não foi o que ocorreu nesta época com Neemias. Ele não contava com este time de especialistas, pelo contrário, contava é com o povo mesmo. Pessoas comuns, acostumadas a fazerem outras tarefas, ligadas a outros setores da indústria e do comércio, e que nunca haviam empunhado antes um esquadro ou uma colher de pedreiro. Como os dois personagens do texto acima, pois Uziel era filho de um ourives e provavelmente trabalharia com isso, e Hananias era um perfumista, longe da árdua tarefa de um pedreiro ou mestre de obras. Era com esse povo que Neemias contava, porém não desanimou, mas foi até o final na obra que Deus havia lhe dado. Na construção de uma Igreja ocorre à mesma coisa, não contamos com um time de especialistas, de teólogos experientes e renomados líderes. Nós contamos com o povo, pessoas simples, que atuam nas mais diversas áreas e profissões, porém pessoas de um coração rendido nas mãos de Deus e que dia-a-dia se dispõem a servirem a Deus e a construir um Reino maior e melhor para receber seu grande Rei Jesus. O grande segredo da igreja é: poder contar com ilustres desconhecidos que doam suas vidas pela grande causa do Evangelho, e que a cada dia constroem uma igreja forte, unida e soberana, onde as portas do inferno não prevalecem contra ela. (Mt. 16:18).

Pense Nisso!

Compartilhe essa página nas suas redes sociais:

Deixe uma resposta