As bases da disciplina

Disciplina é uma palavra fora de moda, hoje. Mas na cultura grega, a palavra para “disciplina”, paidéia, dava a ideia de “formação integral da pessoa”. Disciplinar é formar integralmente.

A disciplina sinaliza à criança por onde ela deve andar. Pais que deixam filhos ao Deus-dará não são liberais. São irresponsáveis. Boa parte dos pais de hoje eram jovens na década de sessenta, quando era proibido proibir. Não disciplinam nem orientam porque são vazios, nada têm a dizer. A disciplina deve ser vista como uma paidéia, como parte da formação integral. Não basta dar coisas, dinheiro e boa escola. A educação de uma criança deve trazer-lhe noções de valores, de respeito, de ordem.

Disciplina não são palavras, apenas, mas também exemplos. Que autoridade tem um pai que fuma para dizer ao filho que não fume? Está apenas dizendo: “você é criança. Isto é fumar é para adulto”. A criança desejará ser adulta. Não para ter responsabilidade, mas para poder fazer o que quer. Mostre, na sua vida, que o que você espera dele você cumpre.

Deve haver correção. Provérbios 29:15 – “A vara da correção dá sabedoria, mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe”. Correção não significa espancamento, mas correção mesmo. Dizer o que está certo e o que está errado, e mostrar que quando se acerta há recompensa e ao transgredir há disciplina.

Família Vale a pena Acreditar

Compartilhe essa página nas suas redes sociais:

Deixe uma resposta